Leilão Junho 2019

Arte Sacra, Mobiliário, Pratas e Ouro, Porcelanas, Faianças, Pintura, Biblioteca, Vinhos e Objectos de Coleccionismo.

Seleccionar o nº do Lote para aceder a toda informação relativa ao artigo (Notas e fotos adicionais)

Horários

Exposição
Dias 5, 6, 7, 8 de Dezembro 2019 das 15:00/20:00 - 21:00/24:00
 
Leilão
1ª Sessão 
10 de Dezembro 2019 ás 21:30
( Lote 0001 - 0420 )
 
2ª Sessão 
11 de Dezembro 2019 ás 21:30 
( Lote 0421 - 0839 )
 
3ª Sessão
12 de Dezembro 2019 ás 21:30 
( Lote 0840 - 1207 )
 
 

Ordem de Compra

Formulario
Online  

Ordem de Compra por Telefone

Só aceitamos ordens de compra por telefone para valores de base iguais ou superiores a 50,00€

  • Leilao
  Lote Descricao Categoria Preco Base
0305.7
0301

PAR DE BRINCOS

Em ouro branco e amarelo contrastado (14k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,585, trabalho português do séc. XX-XXI. Corpos recortados em voluta de movimento convexo, decorados com caneladuras oblíquas lisas e cravejadas no seu total com dezoito (18) diamantes em talhe de brilhante com cerca de 0,05 (ct) cada. Sinais de uso.

Contraste: Andorinha em voo - Marca de garantia do ouro do toque 0585, aplicada em artefactos para exportação, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985. Contraste: Cabeça de Pelicano - Marca aplicada nos artefactos de ourivesaria importados por entidades não matriculadas e em artefactos que se desconhece o responsável pelo fabrico, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985.

Peso total aprox: 6,5 gr.

Dim: 1,8x0,8 cm

Ouro 250,0 €
0777.7
0302

RELÓGIO DE CAPELA AMERICANO

Em madeira maciça faixeada em madeira de pau-santo, fabrico da “Aussonia clock”, trabalho Americano do séc. XX. Corpo em forma de capela, encimado por dois pináculos laterais torneados. Porta central envidraçada, parcialmente pintada em vários tons sobre fundo negro com motivos de frutos e ramagens. Máquina de movimento mecânico, accionado por corda manual. Mostrador em chapa pintada em tons de branco com numeração romana a negro. A funcionar. Sinais de uso, faltas e defeitos na policromia da porta, pináculo do lateral direito partido e ínfimos vestígios de xilófagos.

Dim: 50,3x27,3x11,2 cm

Relógios 40,0 €
1036.8
0303

PAR DE CANDELABROS DE TRÊS LUMES

Em prata portuguesa, trabalhos do séc. XX. Fustes torneados em forma de balaústre, decorados por caneladuras verticais gomadas, interceptadas por faixas concêntricas, encimadas por braços amovíveis recortados em voluta, percorridos por caneladuras, encimados por arandelas circulares repuxadas e copos bojudos que servem de apoio às velas. Corpos assentes sobre bases repuxadas e molduradas de formato circular, decoradas em relevo por faixa concêntrica gomada e perolada com términos em pés zoomórficos. Sinais de uso.

Contraste: Águia 833 - Marca de garantia da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 1.917,7 gr.

Alt: 36,5 cm

Prata 950,0 €
0665.7
0304

ESCOLA EUROPEIA (SÉC-XIX)

RETRATO DE FIGURA FEMININA” – Óleo sobre madeira, representando figura feminina de meio corpo, ricamente trajada com roupagem da época. Obra com vestígios de assinatura e data no canto superior esquerdo. Pintura a necessitar de limpeza e pequena intervenção de restauro. Trabalho emoldurado.

Dim: 19,9x11,9 cm (Óleo)

Dim: 25,8x17,8 cm (Moldura)

Pintura 50,0 €
0927.7
0305

ANEL DE SENHORA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k,) com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Aro com terminais recortados em voluta, decoradas com quatro fiadas cravejadas no seu total com trinta e dois (32) diamantes em talhe de brilhante com cerca de 0,01 (ct) cada e duas fiadas cravejadas no seu total com dezasseis (16) safiras. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985. Contraste: Cabeça de Galo - Marca aplicada nos artefactos incrustados de pedras preciosas ou pérolas naturais, usada na contrastaria de Lisboa de 1985.

Peso total aprox: 5,5 gr.

Med: 20

Ouro 300,0 €
0090.7
0306

PAR DE CADEIRÕES

Em madeira de mogno maciço com partes recortadas e entalhadas, trabalhos portugueses do séc. XIX-XX. Espaldares de formato rectangular ao alto de topo recortado, interligados aos braços que acompanham as linhas da cintura, assente sobre pernas torneadas e recortadas. Corpos decorados por molduras boleadas e volutas. Costas, assentos e apoios de braços estofados a tecido da época, fixos por pregaria. Sinais de uso.

Dim: 98x54x60 cm

Mobiliário 150,0 €
0238.7
0307

CESTO PARA PÃO COM ASA MÓVEL

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XIX-XX. Corpo de formato circular de covo acentuado, decorado por faixa concêntrica recortada e vazada com enrolamentos vegetalistas, encimada por motivos florais em relevo, intercalados entre si por volutas, assente sobre base circular, moldurada em dégradé. Asa móvel recortada, decorada por motivos florais em relevo, ladeados por enrolamentos vegetalistas e perolados, recortados e vazados. Sinais de uso.

Contraste: Javali (II) - Marca de garantia aproximada da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1887-1937.

Peso aprox: 911,5 gr.

Dim: 11,7x34,2 cm (Cesto)

Altura total: 30 cm (Cesto com asa móvel)

Prata 450,0 €
0171.7
0308

MÁRIO ROCHA (1954)

SEM TÍTULO” – Técnica mista sobre papel, representando torço de figura feminina. Obra assinada e datada no canto inferior direito [Mário Rocha 01]. Trabalho com moldura lacada em tons de branco. Mário Rocha – Nasceu em Perre, no Concelho de Viana do Castelo em 1954, dedicando-se á pintura desde 1968. Frequentou a Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis - Porto. A sua obra está representada em várias colecções particulares e oficiais em Portugal e no estrangeiro.

Dim: 20x20 cm (Técnica mista)

Dim: 44x44 cm (Moldura)

Pintura 75,0 €
0918.7
0309

RELÓGIO DE PULSO PARA HOMEM “TAG-HEUER”

Caixa e bracelete em aço polido e escovado, fabrico da Tag-Heuer, modelo “Chronometer - Aquaracer”, trabalho suíço do séc. XXI. Caixa recortada com coroa lateral estriada de enroscar que acciona o acerto dos ponteiros e calendário. Inscrições no verso da caixa, [Automatic - 300 Meters - 1000 Feet - Swiss Made Since 1860 e numerações de série - Way 201ª - RTM 9101]. Máquina de movimento automatico. Mostrador em tons de negro com numeração estilizada em tons de branco luminescente e inscrições [Tag-Heuer - Aquaracer - Calibre 5 - Automatic 300 m / 1000 ft - swiss made] e calendário às três horas. Braceletes em aço polido e escovado e uma bracelete original em borracha. Estojo original em matéria sintética em tons de cinza com livro de instruções e cartão de garantia. A funcionar. Sinais de uso e em excelente estado de conservação.

Diâm: 4,5 cm (Caixa)

Relógios 1.200,0 €
1124.7
0310

JOSÉ DE GUIMARÃES (1939)

SEM TÍTULO” – Serigrafia a cores sobre papel, assinada na parte inferior direita [José de Guimarães]. Edição destinada ao artista, dita prova de artista  [P. A]. Obra bem conservada. Trabalho com moldura lacada em tons de negro, apresentando pequenos toques e desgaste no lacado.

Dim: 48,5x60,5 cm (Mancha)

Dim: 53x65 cm (Moldura

Pintura 250,0 €
1035.8
0311

CANECA PARA VINHO

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XIX-XX. Corpo parcialmente liso de formato bojudo, decorado por faixas concêntricas recortadas, ornadas interiormente com parras e uvas estilizadas, perolados em dégradé e volutas, com términos em enrolamento. Pega lateral recortada e vazada em voluta. Sinais de uso.

Contraste: Javali (II) - Marca de garantia aproximada da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1887-1937.

Peso aprox: 644,5 gr.

Alt: 22,3 cm

Prata 400,0 €
0829.7
0312

CÁLICE COMEMORATIVO DO 150 ANIVERSÁRIO DA VISTA ALEGRE 1824-1974

Em porcelana moldada e relevada da fábrica da Vista Alegre, trabalho do séc. XX. Cálice decorado com ramagens em relevo, intercaladas por reservas em tons de castanho sobre fundo branco com “Vistas da Fábrica da Vista Alegre” e pelo carimbo com data comemorativa 1824-1974 do 150 Aniversário. Assente sobre base repuxada de formato circular com as seguintes inscrições “150 ANOS - TRABALHO - PRESTÍGIO - EXPANSÃO”. Marca por carimbo na base e inscrição “Peça oferecida pela fábrica de Porcelana da Vista Alegre a todos os seus colaboradores, comemorando o seu 150 Aniversário”. Sinais de uso.

Marca Nº 35 em uso 1974.

Alt: 20,5 cm

Diâm: 10 cm

 

Nota: Exemplares idênticos foram vendidos nos “II - III - VI e VII Leilões da Vista Alegre - 1998 // 1999 // 2003 // 2004, com os números [142 - 151 - 127 e 135].

Porcelana 50,0 €
0922.7
0313

ANEL DE SENHORA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Aro liso, decorado no topo por padrão geométrico em relevo, encimado ao centro por flor, cravejada com oito (8) diamantes em talhe de brilhante com cerca de 0,02 (ct) cada, com término em safira. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria do Porto desde 1985. Contraste: Cabeça de Galo - Marca aplicada nos artefactos incrustados de pedras preciosas ou pérolas naturais, usada na contrastaria do Porto desde 1985.

Peso total aprox: 4,7 gr.

Med: 18

Ouro 300,0 €
1037.8
0314

PAR DE CASTIÇAIS

Em prata portuguesa, trabalhos do séc. XX. Fustes parcialmente lisos de formato cónico invertido, decorados com cartelas gravadas encimadas por laçarotes, ladeadas por motivos de arranjos florais e faixas concêntricas com términos em copos e arandelas que servem de apoio às velas. Corpos assentes sobre bases repuxadas com a mesma decoração, ladeada por faixa concêntrica perolada e friso de movimento ondulado com términos em pés zoomórficos. Sinais de uso.

Contraste: Águia 833 - Marca de garantia da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 897,1 gr.

Alt: 31 cm

Prata 450,0 €
0686.7
0315

BUSTO “BEETHOVEN”

Em porcelana desvidrada e polida (Biscuit), trabalho europeu do séc. XX. Busto de meio corpo, representado o célebre compositor “Beethoven”, assente sobre base moldurada de formato circular. Sem decoração. Sinais de uso.

Alt: 23,5 cm

 

Porcelana 50,0 €
0940.7
0316

COLAR DE PÉROLAS

De fiada única com fecho em ouro branco contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Corpo constituído por fiada única com setenta e duas (72) pérolas, enfiadas em fio sintético. Fecho em ouro branco encubado, decorado por duas fiadas concêntricas, cravejadas no seu total com vinte e dois (22) diamantes em talhe de brilhante com cerca 0,01 (ct) cada. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985.

Peso total aprox: 25,2 gr.

Compr: 50 cm

Ouro 400,0 €
1104.7
0317

PAR DE PRATOS

De pequenas dimensões em porcelana chinesa da companhia das índias, trabalhos de exportação do séc. XVIII. Corpos de formato circular de covo acentuado, decorados com ricos esmaltes em tons de “rouge de fer” e da família rosa, tendo ao centro arranjos florais, ladeados por faixa concêntricas de movimento ondulado, intercalada por boquets. Aba decorada por faixa concêntrica geométrica intercalada por perolados, formando um padrão escamado. Sinais de uso e pequenas esbeiçadelas no vidrado do bordo.

Diâm: 16,3 cm

Porcelana 50,0 €
0910.7
0318

BILHETEIRA DE GRADINHA

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XX. Corpo de formato circular, decorado ao centro por cartela, ladeada por faixa concêntrica com motivos florais gravados, enrolamentos vegetalistas e volutas. Aba decorada por faixas concêntricas de movimento ondulado, ornadas interiormente com reservas vegetalistas, intercaladas por faixas sobrepostas em [X], assente sobre pés recortados e vazados em voluta. Gradinha recortada, vazada e serrilhada, decoradas com veados em pose de corrida, ladeados por enrolamentos vegetalistas e volutas com términos em enrolamento. Sinais de uso.

Contraste: Águia 833 - Marca de garantia da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 955,7 gr.

Alt: 3,9 cm

Diâm: 31,3 cm

Prata 500,0 €
0706.7
0319

PRATO

Em faiança portuguesa do norte, moldada e relevada, trabalho do séc. XIX-XX. Corpo de formato circular de covo acentuado, decorado em tons de cinza sobre fundo branco, tendo ao centro casario ladeado por arvoredo e vegetação exuberante. Aba decorada por faixa concêntrica com enrolamentos vegetalistas estilizados, ladeados por volutas com términos em enrolamento e friso concêntrico. Sinais de uso e esbeiçadelas no vidrado do bordo.

Diâm: 29,9 cm

Faiança 100,0 €
0926.7
0320

MEMÓRIA DE DIAMANTES E SAFIRAS

Em ouro amarelo contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Aro triplo, encimado por mesa transversal com duas fiadas cravejadas no seu total com catorze (14) diamantes em talhe de brilhante com cerca de 0,05 (ct) cada e uma fiada central, cravejadas com safiras. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985. Contraste: Cabeça de Galo - Marca aplicada nos artefactos incrustados de pedras preciosas ou pérolas naturais, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985.

Peso total aprox: 5,7 gr.

Med: 20

Ouro 350,0 €
0479.7
0321

CANAPÉ

Em madeira de mogno maciço com partes recortadas e entalhadas, trabalho português do séc. XIX-XX. Costas recortadas e onduladas com braços em forma de (S), decorados frontalmente com enrolamentos vegetalistas entalhados, assente sobre quatro pernas de boa curvatura. Costas, assento e braços em palhinha. Sinais de uso, fundo e laterais a necessitarem de substituição da respectiva palha.

Dim: 96,5x206,5x60 cm

Mobiliário 150,0 €
0722.7
0322

FAQUEIRO PARA DOZE PESSOAS

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XX-XXI. Este faqueiro é constituído pelas seguintes peças que passamos a descrever: Doze (12) garfos de carne, doze (12) facas de carne, doze (12) colheres de sopa, doze (12) garfos de peixe, doze (12) facas de peixe, doze (12) garfos de sobremesa, doze (12) facas de sobremesa, doze (12) colheres de sobremesa, doze (12) garfos para bolo, doze (12) colheres de chá, doze (12) colheres de café, uma (1) concha de açúcar, uma (1) espátula de bolo, uma (1) colher para molhos, uma (1) colher de arroz, uma (1) concha de sopa, um (1) conjunto de talheres para salada, um (1) trinchante de carne e um (1) trinchante de peixe. Corpos lisos e recortados, percorridos por finas caneladuras. Sinais de uso e em óptimo estado de conservação.

Contraste: Cabeça de Águia 925 - Marca de garantia da prata do toque 0,925, usada na contrastaria do Porto desde 1985.

Peso aprox: 7.274,4 gr.

Dim: 20,1 cm (Garfo de carne)

Dim: 24,7 cm (faca de carne)

Dim: 20,6 cm (Colher de sopa)

Prata 2.500,0 €
1202.5
0323

PAR DE JARRAS DE BORDO ONDULADO

Em vidro opalino soprado, moldado e recortado com monture em metal dourado, trabalhos europeus do séc. XIX-XX. Corpos de formato bojudo, decoração areada em vários tons com frutos e ramagens, ladeadas por enrolamentos vegetalistas e frisos a ouro mate, assentes sobre bases circulares em metal dourado com términos em pés de enrolamento, encimados ao centro por mascarões. Sinais de uso e uma com cabelo na base.

Alt: 29 cm

Vidros e Cristais 40,0 €
0421.7
0324

MEDALHA MINHOTA DE SUSPENSÃO

Em ouro amarelo contrastado (19,2 k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Aro circular com cercadura concêntrica recortada e vazada, decorada com volutas interligadas entre si, ornada ao centro por medalha decorativa. Aro decorado exteriormente por faixa concêntrica encordoada, encimada por bordadura recortada e vazada com motivos florais estilizados com término em argola de suspensão. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 8,3 gr.

Alt: 5,5 cm

Diâm: 3,9 cm

Ouro 400,0 €
0217.7
0325

COLCHA DE CAMA DE SOLTEIRO EM RENDA DE CROCHÉ

Em fio de algodão em tons de branco, trabalho manual português do séc. XX. Corpo constituído por várias rosetas interligadas entre si, recortadas e vazadas de formato sextavado, decoradas com perolados e flores estilizadas ao centro, formando um desenho repetitivo com términos em franja.

Sinais de uso.

Dim: 170x2000 cm

Diversos 40,0 €
1086.7
0326

JAIME ISIDORO (1924 - 2009)

PAISAGEM FLUVIAL” – Aguarela sobre papel, com vista do rio e arvoredo exuberante. Obra assinada e datada no canto inferior direito [J. Isidoro // 79]. Trabalho com moldura em alumínio.

Dim: 55,5x86 cm (Aguarela)
Dim: 70,5x100,5 cm (Moldura)

 

Nota: Jaime Gaspar Isidoro – Pintor e aguarelista, nasceu no Porto em 1924. Estudou pintura na Escola de Soares dos Reis. Realizou a primeira exposição em 1945. Em 1954 fundou a Galeria Alvarez que teve grande influência na divulgação da Arte Moderna em Portugal. Realizou as Primeiras Exposições Póstumas de Amadeo de Souza-Cardoso 1956 e de Eduardo Viana 1967. Foi condecorado com a "Ordem de Mérito, Grande Oficial" pelo Presidente da Republica, Prof. Doutor Aníbal Cavaco Silva, em 2006. Jaime Isidoro obteve numerosos prémios e medalhas em exposições de pintura e aguarela desde 1945 a 1986. Representado no Museu Nacional de Arte Contemporânea, Museu Fundação Calouste Gulbenkian, Museu Municipal Amadeo Souza-Cardoso, Museu Soares dos Reis, Museu José Malhoa-Caldas da Rainha, Museu Machado de Castro, Museu de Goa - Índia. Museu da Bienal Internacional de Arte de Cerveira, V.N. de Cerveira. Casa-Museu Teixeira Lopes, V. N. Gaia e colecções particulares. Ref. Biog. Dicionário de Pintores e Escultores Portugueses. [pág.127] // Michael Tannock. [pág. 84-85] // Inventário de Desenhos / Aguarelas / Óleos, Câmara Municipal de Matosinhos, 1970. [pág.63].

Pintura 500,0 €
0911.7
0327

BILHETEIRA DE GRADINHA

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XIX. Corpo de formato circular, decorado por faixas concêntricas em dégradé com enrolamentos vegetalistas e motivos florais gravados, ladeados frisos guilhochados de movimento ondulado, assente sobre pés recortados com términos zoomórficos. Gradinha recortada, vazada e serrilhada, decorada com motivos florais e enrolamentos vegetalistas, interligados entre si. Sinais de uso.

Contraste: Porto Coroa - Vidal Nº 102. Marca da prata do contraste do Porto do toque mínimo de 0,750, de Caetano Rodrigues de Araújo, registada em 1853 e usada segundo Laurindo Costa até 1861. Marca de Ourives do Porto - Vidal Nº 1124 de João António Ramos e João Augusto Fernandes Reis, respectivamente dos fins do séc. XVIII e de 1865 dos (Registos de Vicente de Moura).

Peso aprox: 730,2 gr.

Alt: 4,3 cm

Diâm: 29,4 cm

Prata 500,0 €
0606.7
0328

RELÓGIO DE PULSO PARA HOMEM “FRANCK MULLER”

Caixa delgada e alongada em aço polido, fabrico da Franck Muller, modelo Conquistador Cortez, trabalho suíço do séc. XXI. Caixa curvilínea de formato rectangular ao alto com coroa lateral com uma posição que acciona o acerto dos ponteiros e calendário. Inscrições no verso da caixa [Franck Muller - Geneve - Master of Complication Nº 3400 e numeração de série 8005 SC - Conquistador]. Máquina accionada por movimento de mecânico. Mostrador em tons de negro com numeração Árabe em tons de branco luminescente. Centro com faixas recortadas com inscrição [Franck Muller - Geneve - Conquistador]. Bracelete original em pele em tons de negro. Estojo original em madeira maciça com aplicações em pele em tons de castanho e duas pegas laterais em couro. Exemplar com certificado de autenticidade. Sinais de uso em bom estado de conservação.

Dim: 4,8x3,5 cm

Relógios 3.800,0 €
0394.7
0329

CADEIRA D. JOSÉ

Em madeira de pau-santo maciço e entalhado, trabalho do séc. XVIII. Espaldares com tabelas recortadas e vazadas, encimadas por cachaço recortado. Cintura de frente recortada, decorada por elementos vegetalistas e volutas, acompanhando as pernas frontais. Pernas dianteiras de boa curvatura, terminando em pés de enrolamento e pernas traseiras lisas e recortadas unidas entre si por travejamento parcialmente torneado. Coxim amovível, estofado em veludo. Sinais de uso, restauros antigos, pequenas faltas e defeitos e a necessitar de fixação.

Dim: 97,5x54x44,5 cm

Mobiliário 150,0 €
0580.7
0330

CESTO PARA PÃO DE BORDO RECORTADO

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XIX-XX. Corpo de formato circular, parcialmente recortado, vazado e de covo acentuado, decorado por faixa concêntrica com enrolamentos vegetalistas estilizados. Aba decorada com motivos florais em relevo, intercalados por caneladuras verticais com términos em enrolamento, assente sobre base circular moldurada. Asa tubular de movimento ondulado, fixa ao bordo. Sinais de uso.

Contraste: Javali (I). Marca de garantia da prata do toque 0,916, usada na contrastaria do Porto de 1887-1937.

Peso aprox: 830,8 gr.

Alt: 26 cm

Diâm: 30,3 cm

Prata 500,0 €
0360.7
0331

CANECA PARA ÁGUA COM CINCO COPOS

Em vidro translucido moldado, pintado e esmaltado, trabalhos portugueses do séc. XX. Decoração pintada e esmaltada em vários tons com bailarinos a dançar “O VIRA”, ladeados por frisos concêntricos em tons de azul, pintados á mão. Exemplares assinados J.C. – Cip. Sinais de uso.

Alt: 19 cm (Caneca)

Alt: 10,5 cm (Copos)

 

Nota: J.C – João Correia, pintor e decorador que honrou a “Fábrica Nova - Companhia Industrial Portuguesa [CIP]”, entre outros tais como: D. Maria Adelaide de Lima Cruz, João da Silva, António Soares, Jorge Barradas etc….

Vidros e Cristais 50,0 €
0598.7
0332

BILHETEIRA DE GRADINHA

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XIX. Corpo decorado com faixas concêntricas recortadas com enrolamentos vegetalistas gravados, assente sobre pés recortados com términos zoomórficos. Gradinha recortada, vazada e serrilhada, decorada com faixa encordoada de movimento ondulado, intercalada com flores. Bordo recortado e vazado com cercadura gomada. Sinais de uso.

Contraste: Porto Coroa - Vidal Nº 128. Marca da prata do contraste do Porto do toque mínimo de 0,750, José Rodrigues Teixeira, registada em 1870 e usada até 1881. Marca de Ourives do Porto - Vidal Nº 1447 do terceiro quartel do séc. XIX.

Peso aprox: 621,3 gr.

Alt: 4,2 cm

Diâm: 29,3 cm

 

Prata 500,0 €
0500.6
0333

CANDEEIRO DE MESA A PETRÓLEO

Em vidro opalino em tons de rosa moldado, trabalho europeu do séc. XIX-XX. Corpo em forma de jarra, decorada em vários tons sobre fundo rosa com borboletas ladeadas por contas e faixa concêntrica perolada, assente sobre base em metal dourado com términos em pés de enrolamento. Depósito amovível com queimador em metal patinado com roldana lateral de movimento manual que acciona a torcida, encimado por chaminé perfurada em vidro translucido moldado. Sinais e uso.

Alt: 66 cm

Mobiliário 50,0 €
0220.7
0334

ESCRAVA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX. Corpo liso de formato circular, sem decoração. Sinais de uso e pequenas amolgadelas.

Contraste: Cabeça de dragão - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 17,3 gr.

Diâm: 6,7 cm

Ouro 420,0 €
0533.7
0335

DOIS INVULGARES BRINQUEDOS ALEMÃES

KARL BUB – LIMOUSINA COM MOTORISTA” – Brinquedo em folha-de-flandres litografada, trabalho da empresa Karl Bud, Nuremberg - Alemanha, fabrico dos anos 20. Limusina de formato longo, em tons de verde e negro, com volante giratório, duas caixas de ferramenta e pára-brisas de sistema descendente e ascendente. Exemplar com sistema mecânico através de corda, sem a chave original. Corda a funcionar. Sinais de uso, desgastes policromos, devido aos picos de corrosão acentuados, rodas dianteiras e o respectivo eixo omissos e outras possíveis faltas e defeitos.

Dim: 15x31x10,5 cm

 

Nota: Exemplar idêntico vem representado no volume {MIKE AND SUE RICHARDSON // WHEELS // CHRISTIE´S PRESENTS THE MAGICAL WORLD OF AUTOMOTIVE TOYS}. Chronicle Books. San Francisco. 1999. Página Nº 52.

 

CARRO DE BOMBEIROS AUTO-ESCADA” – Brinquedo em folha-de-flandres litografada, trabalho alemão da empresa Gunthermann, dos anos 20/30.

Carro de incêndio aberto em tons de vermelho, negro e frisos dourados, com escada giratória e extensível em tons de verde e ocre, aplicada na parte traseira da viatura. O veículo leva dois bombeiros em folha flandres no banco da frente, vestidos com uniformes e capacetes. Exemplar com sistema mecânico através de corda, com chave original incorporada. Corda a funcionar. Brinquedo em mau estado de conservação, apresentando desgastes policromos, devido aos picos de corrosão acentuados, rodas dianteiras e o respectivo eixo omissos, falta de dois bombeiros na parte traseira e outras possíveis faltas e defeitos.

Dim: 15,5x33x10,5 cm

Coleccionismo 40,0 €
0939.6
0336

FIO DE SENHORA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Corpo constituído por elos recortados, vazados e interligados entre si, formando um desenho repetitivo. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985.

Peso total aprox: 11,4 gr.

Compr: 46,5 cm

Ouro 450,0 €
0568.7
0337

MÓNICA BALDAQUE (1946)

PAISAGEM” – Óleo sobre cartão espuma, ou dito “kline”, representado vista vinhateira na região duriense. Obra assinada e datada no canto inferior direito [Mónica 2004]. Trabalho da pintora e escritora Mónica Baldaque, nascida no lugar de Ariz - Peso da Régua e filha de Agustina Bessa-Luís, aonde apresenta uma vasta obra de paisagens das terras do Douro. Pintura com leves falhas na camada pictórica da obra.

Dim: 99,7x64,5 cm

Pintura 50,0 €
0473.7
0338

MESA DE SALA DE JANTAR INCOMPLETA

Em madeira de mogno maciço, trabalho inglês do séc. XIX-XX. Duas mesas de encostar em forma de meia-lua com abas suspensas no verso, assente sobre quatro pernas de sessão quadrangular e duas de encartar que quando juntas formam uma mesa oval de sala de jantar e separadas duas mesas de apoio. Sinais de uso e abas suspensas omissas.

Dim: 75x142x69 cm (Cada meia-lua)

Mobiliário 200,0 €
0470.7
0339

RELÓGIO DE SOL

Em granito esculpido, trabalho português do séc. XX.  Corpo recortado de formato rectangular ao alto com mostrador esculpido no topo com numeração romana e espigão central em ferro. Sinais de uso.

Dim: 51,5x36,5 cm

Relógios 50,0 €
0763.7
0340

 

MARIA AFFLALO (XIX-XX)

MOINHO DO LÃ BRANCA” – Óleo sobre madeira, representando vista campestre, ribeira com casarios e arvoredo, no lugar de Passos, S. Félix da Marinha. Obra assinada e datada no canto inferior esquerdo [Maria Afflalo // 1914]. Verso com extensa discrição a tinta permanente em papel da época, colado na placa de madeira, com nota explicativa do local aonde a pintora realizou esta obra, com o dia, mês, ano e diversos nomes de pessoas que estavam presentes no local. Bem interessante esta composição, cheia de luz e cor, neste trecho de São Félix da Marinha, da pintora naturalista D. Maria Afflalo, discípula de José de Brito. Pintura a necessitar pequena limpeza. Ref. Biog.Lemos (António de) – Notas d´Arte • 1909. [pág. 167/167].

Trabalho emoldurado.

Dim: 13x24,2 cm (Óleo)

Dim: 21,8x32,7 cm (Moldura)

Pintura 50,0 €
0943.6
0341

PREGADEIRA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k) e prata (joalharia), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800 ouro e do toque 0,833 prata, trabalho português do séc. XX. Corpo recortado em forma de arranjo floral, constituído por faixa transversal com términos em enrolamento, ladeada por flores em relevo e enrolamentos vegetalistas, cravejados no seu total com nove (9) diamantes de talhe antigo, catorze (14) rubis e três (3) safiras. Sinais de uso.

Contraste: Cabeça de cão - Marca de garantia dos objectos constituídos por ouro e prata, respectivamente dos toque mínimos de 0,800 e 0,833, usada na contrastaria de Lisboa de 1938-1984. Contraste: Cabeça de Galo - Marca destinada a objectos de joalharia, usada na contrastaria de Lisboa de 1938-1984.

Peso total aprox: 12,7 gr.

Med: 3,1x5 cm

Ouro 500,0 €
0397.7
0342

ALAMBIQUE / ALQUITARRA

Em cobre moldado e batido, trabalho artesanal português do séc. XX. Caldeira de formato bojudo com duas pegas laterais recortadas e vazadas, ladeadas por faixas concêntricas cravadas, encimada por capacete e bacia com duas pegas cravadas e dois tubos de saída. Sinais de uso e em bom estado de conservação.

Alt: 52 cm

Diversos 40,0 €
0390.7
0343

PARTE DE FAQUEIRO

Em prata portuguesa, trabalhos do séc. XIX- XX e XX. Esta parte de faqueiro é constituída pelas seguintes peças que passamos a descrever: Oito (8) garfos de carne, sete (7) facas de carne, sete (7) colheres de sopa, nove (9) garfos de sobremesa, nove (9) facas de sobremesa e nove (9) colheres de sobremesa. Corpos recortados, percorridos por finas caneladuras, ladeadas por enrolamentos vegetalistas com términos em concheados. Sinais de uso.

Contrastes: Javali (II) e Águia 833 - Marcas de garantia da prata do toque 0,833, usadas na contrastaria do Porto de 1887-1937 e de 1938-1984.

Peso aprox: 1.800 gr.

Dim: 19,8 cm (Garfo de carne)

Dim: 24,8 cm (Faca de carne)

Dim: 19,3 cm (Colher de sopa)

Dim: 16,1 cm (Garfo de sobremesa)

Dim: 21,1 cm (Faca de sobremesa)

Dim: 16,1 cm (Colher de sobremesa)

Prata 550,0 €
0485.7
0344

COMODA ROMÂNTICA

Em madeira de mogno maciço, trabalho português do séc. XX. Tampo de linhas direitas de cantos arrendados que acompanha as linhas da caixa, constituída por três gavetas superiores, sendo a central de dimensões mais reduzidas e três gavetões inferiores, assente sobre pés torneados. Puxadores torneados com embutido ao centro em osso. Sinais de uso, pés com faltas e defeitos e puxador omisso.

Dim: 104,5x133x61,5 cm

Mobiliário 200,0 €
0333.6
0345

RELÓGIO DE PULSO DE SENHORA “FRANCK MULLER”

Caixa delgada e alongada em aço polido, fabrico da Franck Muller, modelo Conquistador Cortez, trabalho suíço do séc. XXI. Caixa curvilínea de formato rectangular ao alto com coroa lateral com uma posição que acciona o acerto dos ponteiros. Inscrições no verso da caixa [Franck Muller - Geneve - Master of Complication Nº 35 e numeração de série 8005 L QZ - Conquistador]. Máquina accionada por movimento de quartz. Mostrador em tons de negro com numeração Árabe em tons de branco luminescente. Centro com faixas recortadas com inscrição [Franck Muller - Geneve - Conquistador]. Bracelete original em pele em tons de negro. Estojo original em madeira maciça com aplicações em pele em tons de castanho e duas pegas laterais em couro. Exemplar com certificado de autenticidade. Sinais de uso em bom estado de conservação e a necessitar de mudança de pilha.

Dim: 3,2x2,5 cm

Relógios 1.800,0 €
1108.7
0346

PRATO SOPEIRO

Em porcelana chinesa da companhia das índias, trabalho de exportação do séc. XVIII. Corpo de formato circular de covo acentuado, decorado em tons de “rouge de fer” e da família rosa, tendo ao centro cartela, ornada interiormente com casco encimado por casario, ladeado por grinaldas de motivos florais e enrolamentos vegetalistas. Aba decorada por boquets, encimada no topo por ave em vulto perfeito com ramagem no bico com término em cartela recortada com inscrição interior “Laetare”. Sinais de uso e restauro no bordo.

Diâm: 24,5 cm

Porcelana 50,0 €
0578.7
0347

BILHETEIRA

Em prata portuguesa, trabalho do séc. XX. Corpo de formato circular de fundo liso, assente sobre pés zoomórficos. Orla decorada por faixa concêntrica com caneladuras verticais de movimento convexo, formando um desenho repetitivo.

Contraste: Águia 833. Marca de garantia da prata do toque 0,833, usada na contrastaria do Porto de 1938-1984.

Peso aprox: 1.137 gr.

Alt: 3,5 cm

Diâm: 36,2 cm

Prata 560,0 €
0172.7
0348

FERRO PARA HÓSTIAS OU OBRADEIRA

Em ferro moldado, trabalho português do séc. XVIII-XIX. Corpo constituído por duas placas recortadas de formato rectangular ao baixo de movimento ascendente e descendente, sendo a placa superior lisa e a da base com o molde de quatro (4) hóstias com símbolos eucarísticos incisos. Corpo interligado a duas pegas compridas com términos serrilhados e em argola, com sistema de fecho em forma de aleta transversal.

Sinais de uso e corrosão do tempo.

Dim: 85,5x18,7x10 cm

Diversos 50,0 €
0765.7
0349

MARIA AFFLALO (XIX-XX)

A NOSSA MEDA” – Óleo sobre madeira, representando paisagem campestre, com meda de palha, casarios, vegetação e arvoredo, em São Félix da Marinha. Obra assinada no canto inferior direito [Maria Afflalo]. Verso com extensa discrição a tinta permanente em papel da época, colado na placa de madeira, com nota explicativa do local aonde a pintora realizou esta obra, com os dias, mês e ano. Bem interessante esta composição, numa paleta cheia de luz e cor, neste trecho campestre de São Félix da Marinha, da pintora naturalista D. Maria Afflalo, discípula de José de Brito. Pintura a necessitar pequena limpeza. Ref. Biog.Lemos (António de) – Notas d´Arte • 1909. [pág. 167/167].Trabalho emoldurado.

Dim: 16x24,1 cm (Óleo)

Dim: 28,2x36,3 cm (Moldura)

Pintura 75,0 €
0941.7
0350

PULSEIRA DE SENHORA

Em ouro amarelo contrastado (19,2k), com as respectivas marcas de garantia do toque 0,800, trabalho português do séc. XX-XXI. Corpo constituído por elos de formato geométrico, recortados e vazados, interligados entre si por oito (8) pérolas e dezasseis (16) diamantes em talhe de brilhante com cerca 0,01 (ct) cada. Sinais de uso e falta de um diamante.

Contraste: Cabeça de Veado - Marca de garantia do ouro do toque 0,800, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985. Contraste: Cabeça de Galo - Marca aplicada nos artefactos incrustados de pedras preciosas ou pérolas naturais, usada na contrastaria de Lisboa desde 1985.

Peso total aprox: 11,1 gr.

Compr: 20,5 cm

Ouro 550,0 €

Newsletter

Subscreva a Newsletter da Leiloeira Serralves para receber no seu e-mail todas as novidades, promoções e datas de Leilões.